quarta-feira, 1 de agosto de 2007

PROTÓTIPO PROPOSTO QUASE POÉTICO

PROTÓTIPO PROPOSTO QUASE POÉTICO


Ao claro da dama do céu
Passa na via da urbe um auto
Com dois sexos no interior

Num ponto ermo vem o furor
Onde não há pureza nem o casto
Nas vistas do universo sem ter véu

E na tampa férrea acontece
O encarnado dos corpos atados
Natureza sendo ali somente

Nenhum comentário: