quinta-feira, 4 de outubro de 2007

TÃO LONGE DAQUI...

Sonha minha criança
a Cuca não vai te pegar
E em algum lugar
embaixo do céu
procuro por você
Enquanto molha o dedinho no mar
morro de saudades
Na serra ou no sertão, solitário
O meus-teus olhos tão vivos
E tua fala que baila
E meu peito lacunado
Sonha meu bebê
Que daqui o papai te espera

(Para o grande amor da minha vida, minha filha Ísis, que mesmo longe, está comigo)

Nenhum comentário: